sexta-feira, 24 de agosto de 2012

.40

Hoje a minha avó faz anos, 90. Eu estava para não ir ao aniversário dela que é daqui a pouco, mas pode ser o último quem sabe.
A minha avó nunca foi uma avó para mim. Fez muita porcaria e ainda continua a fazer. Ela não é nada para mim, a não ser o sangue. Ela chegou a dizer à minha mãe que para ela a minha mãe tinha morrido, e acreditem que se não gostava da minha avó, passei a detestá-la por causa disto. Ela também pôs a sogra fora de casa, quer dizer, disse ao meu avô que ele tinha duas escolhas: ou ponha a mãe dele fora de casa, ou quem saía era ela. O meu avô infelizmente cedeu e a minha bisavô teve que ir para a casa de uns senhores que nem conhecia. A minha avó não gosta de mim, nunca me abraçou com sentimento nem me deu um beijo, só faz isso por obrigação, porque "sou neta dela", enquanto que com os outros netos ela morre de amores e põe o maior do seu sorriso, dá todo o dinheiro que tem e passa fome se for preciso. Enfim... só mesmo para desabafar*

2 comentários:

  1. A minha avó é igualzinha à tua.
    Lembro-me de ser miúda e dela fazer lanche para a minha irmã e não fazer para mim, comprar coisas para ela e não para mim e coisas do género.
    Mais tarde a minha irmã fez imensas porcarias, entre as quais rouba-la, mas ela ficou do lado dela...
    Neste momento cortei relações com a minha avó para minha própria saúde mental...
    Já tenho coisas a mais para me preocupar... ;)
    Tomara que tenhas alguma vez a coragem de cortar o mal pela raiz tal como eu fui obrigada a fazê-lo... ;)
    Beijos grandes ***

    ResponderEliminar
  2. Eu no teu lugar não ia e no da tua mãe muito menos. Há pessoas mesmo más. A minha avó paterna também não é muito melhor e também tem os netos preferidos. E como filha também deixou muito a desejar. Deve ser da geração.

    ResponderEliminar